O perigo dos “Gatos” na rede elétrica!

gato_energiaO famoso “gato” de energia elétrica ocorre quando o furto de energia elétrica é realizado através de alterações no medidor de energia elétrica, seja o aparelho digital ou analógico. No caso da alteração realizada no relógio medidor ou no padrão da concessionária, o roubo de eletricidade estará sendo realizado por um consumidor regular, que já é um cliente da concessionária. Há também o furto de eletricidade a partir de ligações clandestinas realizadas diretamente no sistema elétrico de potência que, devido á não utilização dos equipamentos adequados para as ligações elétricas, são ainda mais perigosas.

Além de ambas práticas configurarem um crime previsto pelo artigo 155 do código penal, com pena de multa e cadeia, os efeitos decorrentes deste ilícito afetam todos os consumidores regulares que passam a ratear o valor da energia roubada. Além disso é possível que os índices de qualidade de energia também sejam afetados pelas ligações clandestinas que sobrecarregam os componentes da rede e podem causar falhas e interrupção no fornecimento. É fácil imaginar, por exemplo, que um transformador dimensionado para atender a um determinado número de residências poderá ter um mal funcionamento devido à sobrecarga caso tenha que atender a uma carga extra de várias ligações clandestinas.

O Mundo da Elétrica se preocupa com os riscos das ligações clandestinas de eletricidade. De acordo com a Abracopel, a cada ano centenas de pessoas são atingidas por danos diretos ou indiretos das ligações clandestinas de eletricidade em todo o Brasil. Os formadores de opinião como os meios de comunicação em diversas mídias, especialmente aqueles voltados para os profissionais da área de eletricidade tem a obrigação moral de alertar e informar sua audiência a respeito dos riscos relacionados à eletricidade.

Não é difícil encontrar na internet diversos sites e comunidades em redes sociais que ensinam em detalhes como fazer um gato de energia elétrica. Em outras palavras: possível crime de “apologia e incitação ao crime”, previsto nos artigos 286 e 287 do código penal. Coibir a prática de ligações fraudulentas de eletricidade é uma ação que poderia se iniciar retirando do ar tais páginas e sites criminosos.

Já temos leis que proíbem o gato de energia, temos as concessionárias que tem interesse financeiro em coibir esta prática criminosa e a também mídia cada vez mais envolvida no assunto. O que falta agora é a conscientização da população, tanto no sentido moral e preventivo de não praticar ou incentivar tal crime, mas também de forma a remediar e denunciar os casos já existentes.

Existem ligações clandestinas de todos os tipos imagináveis, tanto em casas de periferia quanto em condomínios de alto padrão. Lojas, academias, padarias, supermercados e o comércio em geral as vezes protagonizam as notícias sobre ligações clandestinas de eletricidade. Em alguns destes casos a explicação é relacionada ao alto custo da eletricidade. É até fácil de entender tal explicação visto que a eletricidade é realmente muito cara no Brasil, mas isto não justifica o crime.

Quando alguém rouba eletricidade você paga mais caro na conta de luz. Simples assim. Se a ligação clandestina é no seu lote, na sua rua ou no seu bairro, além de pagar mais caro você pode estar correndo um sério risco relativo a incêndios e outros problemas elétricos. As proteções que existem no sistema elétrico da concessionária ou mesmo dentro de sua residência podem não funcionar corretamente na presença de ligações elétricas não previstas. É o barato de alguém que sai caro pra você!

Fonte: mundodaeletrica.com.br

Blog

Comentários

3a7441c4-703f-41b5-a639-23f959ca3e35
WordPress Lightbox
Open chat
1
Olá, tudo bem!
Em que podemos ajudar?