Empresas de Sergipe investem em energia solar

No município de Ribeirópolis, o sócio-proprietário de um colégio particular, que atende do infantil ao ensino fundamental, já aderiu à iniciativa. “Soube da possibilidade de instalar na minha empresa em uma reportagem que vi na televisão. Já tem dois anos que tenho o sistema e minha ideia foi produzir o volume de energia que eu gasto. Com um investimento de médio prazo, a empresa não tem mais esse gasto todo, diminuindo e muito a conta futura de luz”, comentou o empresário Max Oliveira de Santana.

Santana destaca ainda que em dois anos já conseguiu o retorno do investimento. Ele gastava em média R$ 950 antes da mudança. “Hoje, em média, oito meses no ano eu pago só a taxa de R$ 55. Nos outros meses, a conta vem mais alta por conta do calor, ar condicionado ligado direto e outros aparelhos’’, comenta.

Lúcio Vasconcelos, outro empresário da região, dono de um restaurante, também instalou painéis de energia solar. “Eu já tinha curiosidade sobre o assunto e, pesquisando, consegui um financiamento para poder instalar. Já utilizo o serviço há 31 meses e tive uma diminuição considerável no valor que eu pago na eletricidade. Valeu muito a pena ter essa curiosidade. A conta daqui do restaurante era cerca de R$ 1600 e hoje eu pago em média R$ 110. E eu ainda produzo energia e posso transferir para a minha casa e abater na conta de lá também. A localização do estabelecimento ajuda muito porque ele recebe sol o dia inteiro”, acrescenta.

Felipe Maia, que trabalha com administração de condomínios, já tinha feito o investimento na empresa e, quando surgiu a oportunidade de fazer como pessoa física, não hesitou. “A energia solar é muito vantajosa. Se você paga uma conta de R$ 600, você faz uma projeção na qual economiza R$ 600 por mês. Você paga o financiamento e, quando ele termina, a energia fica de graça. Além disso, os painéis solares têm 25 anos de garantia. Por isso resolvi aproveitar também para usar em casa”, destacou.

O gerente de negócios no Banco do Nordeste, da Agência Aracaju-Siqueira Campos, Gustavo Azevedo, afirma que a instituição oferta uma linha de crédito para pessoas físicas, jurídicas ou produtores rurais que desejam adquirir sistemas de micro e mini geração através de fontes renováveis para consumo próprio.

Fonte: www.portalsolar.com.br

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter
YouTube
Pinterest
LinkedIn
Instagram

blogsolar

WordPress Lightbox
1
Olá, tudo bem!
Em que podemos ajudar?
Powered by